A ressonância magnética

A ressonância magnética (RM) é o exame de eleição para o estudo da articulação temporomandibular (ATM).

Além de ser uma técnica não invasiva e sem emissão de radiação, permite a visualização tanto de estruturas compostas por tecidos moles como o disco articular, como de tecidos duros, a cabeça da mandíbula por exemplo.

Como mostra com precisão a posição do disco da ATM é o exame padrão ouro para avaliação de alterações funcionais como o estalido.

Nos casos de artralgia importante é de grande valia para detectar a magnitude do infiltrado inflamatório intra-articular, servindo também a RM para detectar a presença de cistos subcondrais.

Assim sendo, para pacientes que apresentam sinais e sintomas de dor articular, estalidos, crepitação e limitação da abertura da boca associados à ATM no exame clínico, a indicação do exame de RM é extremamente útil para complementar e trazer acurácia ao diagnóstico.