Articulação Temporomandibular e suas disfunções - saiba o que é ATM e DTM

Articulação temporomandibular (ATM) é o termo utilizado para designar as duas articulações (direita e esquerda) que fazem a conexão entre a mandíbula e o crânio. Elas são as responsáveis por todos os movimentos da boca, em conjunto com os ligamentos e os músculos da mastigação. Quando uma ou as duas ATMs não estão em harmonia funcional, existe uma disfunção que pode comprometer a mastigação, a deglutição e a fala.

Estas alterações funcionais no sistema mastigatório são mais comuns do que as pessoas imaginam! Cerca de 60% da população pode apresentar, pelo menos, um sinal da disfunção, e pelo menos 17% das pessoas sofrem com sintomas como dor na face ou na própria articulação.

Os sintomas mais comuns entre pacientes com DTM são:

  • Dor de cabeça;
  • Dor na face;
  • Dor no pescoço;
  • Dor no ouvido;
  • Dor na ATM;
  • Ruídos na ATM, como estalidos ou crepitações;
  • Cansaço na mastigação;
  • Dificuldade para abrir a boca.

 

Causas da Disfunção Temporomandibular

As principais causas da DTM são:

  • Traumas
  • Fatores Fisiopatológicos
  • Fatores Psicossociais


Traumas

Os traumas como causa da disfunção temporomandibular podem ser classificados como Macrotraumas ou Microtraumas.

Os Macrotraumas são os acidentes de forma geral, que podem atingir a região da face e do crânio, comprometendo o funcionamento da ATM.

Já os Microtraumas podem ser provocados por hábitos parafuncionais, que são realizados de forma repetitiva e inconsciente pelos pacientes, como o bruxismo e o apertamento dental.

 

Fatores Fisiopatológicos

Os fatores fisiopatológicos como causa da DTM podem ser divididos em:

  • Sistêmicos: doenças degenerativas, endócrinas, infecciosas, metabólicas, neoplásicas, neurológicas, vasculares e reumatológicas;
  • Locais: alteração na viscosidade do líquido sinovial, aumento da pressão intra-articular, estresse oxidativo, etc;
  • Genéticos: presença de haplotipos associados à sensibilidade dolorosa.

 

Fatores Psicossociais 

Ansiedade e depressão são os principais fatores psicossociais relacionados à DTM.

A oclusão dentária não é mais considerada um fator primário e não é mais considerado uma causa da DTM por pesquisadores e clínicos especializados em Dor Orofacial. O termo de consenso está disponível em nosso site. Ler mais...

 

Para saber mais sobre as causas da disfunção temporomandibular, acesse a tese de Doutorado do Dr. Paulo Afonso Cunali, publicada em 2009.
Ler mais...

 


Tratamentos da Disfunção Temporomandibular

Os tratamentos da DTM têm como objetivo resgatar a qualidade de vida, o bem-estar, a alegria e os sorrisos dos pacientes!

Para isso, é necessário controlar a dor, independentemente da região da face onde ela é sentida, recuperar a função do aparelho mastigatório, reeducar os hábitos e amenizar fatores externos que possam perpetuar o problema.

Na Clínica da ATM, o protocolo de tratamento é desenvolvido de acordo com a necessidade específica de cada paciente. Estes protocolos podem ser divididos em:

  • Terapias de suporte;
  • Tratamentos definitivos.

 

 Terapias de suporte

 Dentre os pacientes com DTM, 90% recebem tratamentos preservadores, pouco invasivos. Alguns exemplos aplicáveis a quase todos os casos são:

  • Educação do paciente;
  • Automanejo;
  • Intervenção comportamental;
  • Utilização de medicamentos;
  • Placas interoclusais;
  • Terapias físicas e exercícios;
  • Viscossuplementação da

Nestes casos, após a remissão dos sintomas, os pacientes são reavaliados sobre a restauração da função muscular e articular da ATM. Caso seja necessário, uma opção definitiva de tratamento ainda pode ser indicada.

 

Tratamentos definitivos

Os tratamentos definitivos para a DTM só são propostos ao paciente se a causa da disfunção for diagnosticada com precisão. Nestes casos, os protocolos envolvem alterações permanentes na oclusão dos pacientes, como:

  • Cirurgia da ATM;
  • Cirurgia ortognática;
  • Reabilitação oclusal.

Quando a causa da DTM é psicoemocional, o tratamento também é considerado definitivo.